Bio Menu

Busca

Sobre o blog

Alimentar-se representa muito mais que apenas ingerir carboidratos, lipídios, proteinas, vitaminas e minerais. Significa relação social, afinal as pessoas comemoram, prazer, indulgencia etc. Neste Blog temos por objetivo discutir todas as faces dos nutrientes e como podemos estabelecer uma ingestão alimentar saudável sem abrir mão do prazer. Com isso pretendemos propor a você pequenas mudanças que farão diferenças importantes na sua vida, venha conosco.

Categorias

Histórico

20/05/2011

Suplementos ...

Quem freqüenta o “mundo fitness” sabe: sempre existe algum suplemento novo que promete fazer milagres. Eles te dão energia para malhar, “secam” as gorduras e, ainda por cima, aumentam a massa muscular. Enfim, o produto dos sonhos, mas será que é simples assim?

A regra básica na área da suplementação esportiva é: sempre que um produto promete muito, DESCONFIE!

Até hoje não existe nenhum suplemento legalmente comercializado que é capaz de cumprir todos esses efeitos de maneira significativa. Existem sim alguns suplementos que custam caro (R$ 60,00 por mês) e, após 1 ano do seu consumo associado ao treinamento, você consegue emagrecer 500g de gordura a mais do que as pessoas que não consumiram tal suplemento. 

Não seria melhor simplesmente fazer 10 minutos a mais de esteira? Garanto que os benefícios superariam, e muito, os meros 500g a menos de gordura. Além de economizar R$ 720,00 no ano!!

Nesse meio onde existem tantas promessas e mitos é normal se sentir inseguro sobre o que de fato funciona e pode te trazer benefícios sem afetar sua saúde. Poucas pessoas sabem, mas a nova febre das academias possui substâncias que alteram todo o funcionamento do sistema nervoso central, aumentando taquicardia, distúrbios do sono, crise de ansiedade, podendo até servir de gatilho para doenças psiquiátricas!

Na dúvida, procure profissionais capacitados e especializados no assunto.

Se você é profissional da área da saúde e quer saber mais sobre o tema, terá início dia 07 de junho o Curso de Suplementação Nutricional na USP

Informações:  http://www.eefe.usp.br/?curso_extensao/mostrar/id/6   Tel (11) 3091-3182.

Até a próxima!

Por Desire F. Coelho às 10h55

16/05/2011

Vitaminas e minerais engordam?

Esta afirmação bastante comum demonstra um grande equívoco no que se refere a conceitos nutricionais. As vitaminas, presentes em maior proporção nas frutas e leguminosas, representam os nutrientes fundamentais para a regulação metabólica.

Em uma salada de frutas por exemplo há banana, mamão, laranja entre outras. Nesta mistura temos a presença beta-caroteno (mamão), vitamina C (suco de laranja), potássio (banana).

Estes nutrientes desempenham funções específicas e importantes em nosso organismo como o beta-caroteno - precursor de vitamina A. Esta vitamina age na adaptação da nossa visão a penumbra. Quando entramos em um ambiente escuro e levamos muito tempo para conseguirmos enxergar um pouco, isto pode ser um sinal de deficiência de vitamina A. Já a vitamina C tão comentada pela sua ação protetora no combate a gripes e resfriados, age na absorção do ferro e em outras atividades metabólicas. O potássio, que erroneamente é apontado como o responsável pelas cãibras, age mantendo o equilíbrio dos líquidos corporais juntamente com o sódio, presente nos sal de cozinha.

Como observamos estes nutrientes (classificados como micronutrientes pela pequena necessidade diária) desempenham diversas funções no organismo, porém não fornecem energia, portanto, não engordam. Nossa necessidade diária é pequena destes nutrientes, mas constante. Isto quer dizer precisamos consumir regularmente. As vitaminas chamadas de hidrossolúveis (complexo B e Vitamina C) não são estocadas, assim consumir em excesso significa "enriquecer" a urina e não o organismo. Além de sobrecarregar os rins , em algumas situações, favorecer a formação de cálculo renal.

Ao se preocupar em ingerir as vitaminas e minerais na quantidade adequada faça o consumo o mais variado possível em frutas e legumes tendo como base a cor dos alimentos. Monte a sua salada de frutas e de legumes de forma bem colorida. Como conseqüência, teremos a maior variabilidade de vitaminas e minerais garantindo os nutrientes essenciais na manutenção das funções fisiológicas.

Se sua preocupação é que com isso irá engordar lembre-se vitaminas e minerais não engordam e devem ser consumidos em pequena quantidade regularmente.

Por Antonio Herbert Lancha Jr. às 11h44

Ir para UOL Ciência e Saúde

Sobre os autores

Ana Carolina Garcia

Graduação em Nutrição - USP, especialista em Nutrição Aplicada ao Exercício Físico pela Escola de EEFE - USP e especialista em Nutrição Humana Aplicada e Terapia Nutricional pelo IMeN. Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Antonio Herbert Lancha Jr.

Graduação em Educação Física – USP Especialização em Fisiologia do Exercício – UNESP Mestrado e Doutorado em Nutrição Experimental – USP Pós- Doutorado em Medicina Interna – Washington University Professor Titular de Nutrição Aplicada à Atividade Física – USP Coordenador do Grupo de Nutrição do Vita Diretor da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Camila Freitas

Graduação em Nutrição - USP

Pós-Graduação em Gastronomia

Responsável pela área de nutrição das academias Reebok (SP)

Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Carla di Pierro

Graduação em Psicologia - PUC SP

Especialização em Psicologia do Esporte - Instituto Sedes Sapientiae

Especialização em Clínica Analítico Comportamental - Núcleo Paradigma

Aprimoramento em Terapia Comportamental Cognitiva - Amban HCFMUSP

Psicóloga da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Desire F. Coelho

Graduação em Nutrição - Centro Universitário São Camilo

Graduação em Esporte - USP

Mestrado em Educação Física - USP

Doutoranda pelo Instituto de Ciências Biomédicas - USP

Aprimorando em Transtorno Alimentar pelo AMBULIM HC-FMUSP

Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Luciana O. P. Lancha

Graduação em Nutrição e Esporte – USP Mestrado em Bioquímica – UNICAMP Doutorado em Ciências Biomédicas - USP Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Luiz Augusto Riani Costa

Graduação em Medicina – UNICAMP

Pós-graduação em Medicina Esportiva e Fisiologia do Exercício – USP

Doutorando em Fisiopatologia – EEFE/HCFMUSP

Diretor Clínico do setor de Cardiologia dos Laboratórios

Diagnósticos da América (DASA)

Fisiologista do Vita

Médico da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Marco D. Leme

Graduação em Nutrição - Centro Universitário São Camilo

Graduação em Eng. de Alimentos - Instituto Mauá de Tecnologia

Nutricionista do Grupo de DOR - IOT HCFMUSP e da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Patrícia Campos-Ferraz

Graduação em Nutrição – USP

Mestrado em Ciências dos Alimentos – USP

Doutorado em Biologia Funcional e Molecular pela UNICAMP

Nutricionista da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida


Renata C. Sardinha

Graduação em Nutrição - Centro Universitário São Camilo. Nutricionista do Bio Menu Congelados Saudáveis


Rodrigo Ferraz

Graduação em Educação Física - USP

Especialização em Treinamento Desportivo - UNIFESP/EPM

Especialista em Prevenção de Lesão e Treinamento em Pacientes Oncológicos

Preparador Físico da Nutriaid Consultoria em Qualidade de Vida